sábado, 28 de abril de 2012

As novidades de Abril

No final de semana passado, Laurinha internou com suspeita de pneumonia, mas graças a Deus não passou de uma suspeita.
Minha mãe achou que podia ser pneumonia e resolvemos ligar pra pediatra pra ver se ela poderia atender a Laura de emergência, como a médica tava de plantão, achou melhor a gente ir até o hospital da Unimed (abençoado por sinal rs) e fazer logo um raio-x pra verificar se havia infiltração no pulmão.
Então fomos até a Unimed e depois de levar uma chamada do médico plantonista, julgando que nenhuma mãe deve fazer aerosol no filho em casa ????????????, me pergunta em seguida se a pequena tem diagnóstico de coração grande ??????????????, rindo por dentro pq aquilo não tinha nem pé, nem cabeça pra mim, resolvi deixar tudo pra traz e ligar pro nosso outro pediatra de confiança e alertar sobre a possível "lesão no pulmão" que foi diagnosticada na Unimed.
Ele auscultou a Laurinha e achou que tava um pouco cheia demais e além da canseira, seria melhor mesmo internar. Como já tinhamos ido preparados pra internar, por lá já ficamos :)
Ela teve uma crise de broncoespasmo e precisou ficar no aerosol e tomar uns remedinhos pra melhorar a respiração e a canseira. Mas correu tudo bem e voltamos pra casa na terça feira.


No início do mês ela completou 3 aninhos e fizemos uma festinha da Galinha Pintadinha, a febre do momento entre essa turma de pimpolhos. Foi a festinha que ela mais curtiu, apesar de ter ido dormir as 21h30 rs, ainda recebeu alguns convidados e prestou atenção na hora do parabéns, assistiu com muito interesse ao DVD da pintadinha e até andou um pouquinho durante a festinha. Trocou de roupa pq a mamãe aqui resolveu que ela ia ficar vestida de princesa, sem pensar no calor infernal que poderia fazer... mas é preciso penar um pouco pra causar e conquistar um certo glamour rs. Passado o sufoco, colocamos um vestidinho mais fresquinho e ela ficou na festinha mais a vontade. Ganhou muitos presentinhos e todos muito úteis pra estimulação cognitiva. Esse ano achei mais interessante montar uma mesinha de sugestões em uma lojinha e direcinoar para brinquedinhos com esse objetivo, já que a Laura tem muuuuuuuuuuitas roupinhas e muuuuuuuitas bonecas, que ela não tem interesse ainda. Deu super certo, ela ganhou muitas coisas legais pra gente usar durante as terapias. Foi 10!!


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Internada a xuxu

Estamos "internadas" desde a tarde de sábado.
Laurinha tava com uma suspeita de pneumonia, mas ao que tudo indica é uma bronquite alérgica daquelas!
Ela teve febre no sábado de manhã e no finalzinho da tarde levamos pra internar.
Entre vários acontecimentos, tivemos uma manhã bem tensa no hospital da Unimed. Depois venho postar com detalhes o que o médico do plantão me disse :)
Hoje tive que voltar pra casa pra poder fazer duas provas que tinha perdido na faculdade, mas já estou voltando pro hospital.
Estamos torcendo pra que amanhã ela amanheça melhorzinha e já possa ter alta.

Bjos e até...

quinta-feira, 5 de abril de 2012

3 anos pra ela

Fico assim sem você

Avião sem asa,
Fogueira sem brasa,
Sou eu assim, sem você
Futebol sem bola,
Piu-piu sem Frajola,
Sou eu assim, sem você...
Porque é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...
Amor sem beijinho,
Buchecha sem Claudinho,
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem abraço,
Sou eu assim sem você...
Tô louco prá te ver chegar
Tô louco prá te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração...
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver,
Mas o relógio tá de mal comigo
Por que? Por que?
Neném sem chupeta,
Romeu sem Julieta,
Sou eu assim, sem você
Carro sem estrada,
Queijo sem goiabada,
Sou eu assim, sem você...
Você...
Porque é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas prá poder te ver,
Mas o relógio tá de mal comigo...


Essa música é o marco da minha relação com a Laurinha. Quando eu tava grávida, adorava ouvir, não tinha sentido, apenas gostava da música... Quando ela nasceu, entrou outras músicas, colocava essa pra ela ouvir, achava bonitinha, ela parecia curtir e tive certeza quando ela "virava" em busca do som toda vez que ouvia.
Mas foi quando ela ficou internada na UTI, com 1 ano e 4 meses, que a música fez todo sentido pra mim... ficar longe da minha filha, dormir longe dela durante 30 dias, foi a maior dor que já senti na vida. Chorava muito quando ouvia a música, lembrava do rostinho, do sorriso dela, lembrava do cheirinho e só a vontade de agarrar meu pedacinho do céu... Enfim ela saiu do hospital, voltou pra casa, sem nenhuma sequela, saudável, feliz... até hoje.
Completamos 3 anos juntas, e já temos nossa cumplicidade.
A data de hoje é marcada por mudanças nas nossas vidas, ainda não sabemos quais serão, mas temos certeza que só seremos mais e mais felizes... essa sementinha caiu do céu pra mudar de vez os nossos caminhos e é com ela e por ela que vamos batalhar pelas melhores estradas!!

Parabéns Ana Laura, meu amor é ainda maior a cada dia...