domingo, 27 de fevereiro de 2011

Baile de Carnaval

Ontem levei a Ana Laura para o baile de carnaval na escolinha do priminho dela. Uma bagunça geral da molecada... ela não curtiu tanto, mas por conta do soninho mesmo. "Andou" um pouquinho pelo espaço e viu as crianças correndo de um lado pro outro fantasiadas, mas não achou lá essas coisas não. Era umas 19h e ela já tava com um bocado de sono, acho que se fosse mais cedinho ela teria curtido melhor.
A escola que o primo está matriculado é o lugar que estou vendo para colocá-la no próximo semestre ou no ano que vem. Ainda vou analisar um pouco mais as opções.

Minha fadinha TinkerBell no primeiro baile de carnaval.

Laurinha e eu, meu sobrinho Pietro e meu irmão

Minha fadinha fofinha
Bjos

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Escolhinha

Esses dias tenho visto nos blogs que acompanho, que as crianças com idade perto da Laurinha já estão na escolinha. Eu tbm dizia que quando meu bebê nascesse ia logo pensar em escolhinha lá pelos seus 2 aninhos ou até menos caso aceitassem....
Meu sobrinho tá indo pra escolhinha tem um mês e tá adoraaaando, já aprendeu um monte de coisas, fala frases perfeitas, sabe pedir o que quer, sabe ouvir quando necessário, tá... tá certo que faz uma tolice aqui, outra ali, mas bem se vê o quanto ele tá mais "danadinho" e esperto; ele sabe os números e fala algumas letras do alfabeto desordenadamente.... ele tem 2 anos e 2 meses, pouquinha diferença com relação a Laurinha.
Eu fico pensando em que momento colocar a Laura na escolinha, a interação com outras crianças é extremamente importante e sei o quanto fará bem à ela, mas fico com medo de pensar em colocá-la tão novinha e tão "desprotegida".
Por um lado acho que é minha insegurança como mãe, e por outro, acho que o que pesa mais, são os lugares aqui em Macapá... poucas escolhinhas aceitam crianças com 2 anos, com menos nem pensar... e as atividades são relativamente pobres, o ambiente é precário, apesar de se pagar um valor alto para manter a criança na escola, acho que o espaço não é adequado como vemos em outros lugares. Sem contar que não existem lugares voltados para o estímulo de crianças com alguma deficiência. Em muitos lugares vc é "convidado" a procurar outro estabelecimento, pq aquele não recebe o seu filho especial. Eles preferem perder vc do que as muitas crianças que podem ser retiradas da escola pq os pais não querem seus filhos estudando com crianças especiais.
Minha cabeça se enche de dúvidas e questionamentos, pq não sei o tipo de preconceito que vamos enfrentar, eu e Ela...

Mas enfim... vou ficar aqui enamorada dessas crianças lindas que ficam um charme só de uniforme e sonhando com o dia em que a minha princesa também fará parte dessa turminha.

Bjos

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Queremos mais!!

Ai que dias maravilhosos.... sombra e água fresca! Exatamente assim que começamos 2011, com muita tranquilidade, ventinho gostoso, praias e a família.
Laurinha curtiu um monte a viagem inteira. E eu que pensava o quanto ela poderia sentir com o calor e poderia ficar gripadinha ou ter uma dorzinha de barriga... que nada! Foi muito tranquilo. Já sei o que ela curte... água de coco e brisa de mar hein dona Laura??!!

Passeamos um bocado e levamos a Ana Laura pra fazer exames (ressonância da cabecinha, exame do ouvidinho, uretrocistografia, urodinâmica, ultrassom, mapeamento cerebral e acho que só rs)
Alguns mostraram uma alteração, o que de certa forma já esperávamos. Até hj a Laurinha tinha feito Tomografias que não acusavam nada, nenhuma lesão. E então eu me perguntava, como ela pode ter uma lesão se não tenho um laudo?! Como ela pode ser epiléptica se não tenho um resultado de eletroencefalograma Anormal?!

Enfim essas respostas apareceram e de certa forma eu estou mais "tranquila". Sempre soube que minha filha precisaria de um acompanhamento e muitos estímulos pra se desenvolver e não será diferente daqui pra frente, continuaremos fazendo tudo o que já vinhamos fazendo antes, é claro que agora com a certeza do que está "errado". Ela é a nossa jóia preciosa e muitas alegrias ainda vai me dar, tenho toda certeza disso!

























segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Em Fortaleza - CE

Estamos em Fortaleza desde o dia 31, a viagem por Natal foi muito boa, aproveitamos muuuuuito um bom banho de mar... agora chegamos ao nosso objetivo da viagem, as consultas da Ana Laura.
Ainda não tinha postado nada pq simplesmente me recuso a parar pra tirar fotos nessa cidade, o que tem de bonita tem de quente Deus do céu. A pessoa sai pra uma consulta pela manhã e volta loooooooooouca da vida por um banho, que que é isso???!!!! Um calor tremendo.

Fortaleza tem lá seus pontos fortes, mas ainda não é minha paixão. Conheci lugares bem mais interessantes. Não digo que não volto pq eu quero sim voltar hehehe e aproveitar um pouco mais dos lugares que não consegui visitar e quem sabe tirar as fotos que não consegui tirar.
Ah e já adiantando, não foi dessa vez que entrei no Beach Park... vou deixar a Laurinha crescer mais um pouquinho, ela ainda não aproveita muito. Acho que uma praia no finalzinho do dia ou no início da manhã é muito mais interessante pra ela.

Fomos a Canoa Quebrada, liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinnnnddaaaaaaaaaaaaaaa.... ela tomou banho de mar e se deliciou nas ondas. Não vou postar fotos pq o banho da Laurinha não foi registrado e como o blog é dela não caberia uma foto da mamãe na praia não é mesmo?!
Tbm visitamos as praias de Morro Branco e Praia das Fontes, foi um passeio bem rapido, pois contratamos um roteiro turístico (ME ARREPENDO PROFUNDAMENTE). Esses passeios eu não recomendo. O tempo é muito curto e a gente não consegue aproveitar do jeito certo. Acho que um passeio a cada lugar de cada vez com certeza seria bem mais interessante. Mas enfim, foi um pacote pra família toda muito bom financeiramente falando hehehehehe.

Agora tratamento das consultas, o objetivo da viagem. A Laura já fez alguns exames, mas ainda não temos os resultados. Hj fiquei sabendo que ela não está com infecção urinária, então já é uma benção. Ela tá muito bem, se comportando divinamente, como uma verdadeira mocinha. Ta danadinha, brincalhona, "falaaaando" pelos cotovelos e super atrevida querendo ficar em pé sozinha. Anda segurando pelas coisas como se fosse dona do nariz. Tá uma delícia!!

Uma gracinha diferente.... ela amoooooooooooou andar de escada rolante, fez o pai subir e descer com ela várias vezes e ficava olhando pra trás e resmungando sempre que ele tentava se afastar. Um monte de gente no shopping ficou rindo dela, uma graça. Depois coloco um monte de fotos da viagem a Fortaleza e posto a brincadeira na escada junto.

Agora vamos curtir que tá bom demais... apesar do calor intenso.

Bjo